Buscar
  • Ninas

Dia Internacional da Memória Trans

Atualizado: Jan 23


Hoje, dia 20 de novembro, marca o Dia Internacional da Memória Trans.

Esta data surge em homenagem a todas as pessoas trans que perderam a sua vida devido ao preconceito e ao ódio a que foram vítimas. Muitas delas, por homícidio e crimes de ódio, e outras tantas, por suicídio por já não aguentarem todos os maus tratos de que são alvo. 41% das pessoas trans já tentaram o suicídio. A violência contra as pessoas motivada por preconceito em relação à sua identidade de género continua a ser uma realidade e os estudos dizem que a tendência é aumentar.


Segundo o relatório da Transgender Europe, em 2020, pelo menos, 350 pessoas trans foram assassinadas. 2 em cada 5 pessoas trans e 8 em cada 10 pessoas não binárias experienciaram crimes de ódio e preconceito este ano. Os números são assustadores!


(via @trans.missão)

O que é transfobia?

Pessoas trans são aquelas que não se identificam com seu género de nascença. Transfobia é toda a forma de discriminação, preconceito ou violência contra as pessoas trans, pelo simpes facto de serem trans.


É importante conhecer as causas que provocam a transfobia e evitá-las. Na nossa opinião, alguns destes factores poderão ser:


Falta de conhecimento: a desinformação nos leva a reproduzir comportamentos transfóbicos sem questioná-los.

Questões religiosas: muitas formas de preconceito se relacionam à religião. Isso porque, em alguns casos, o pensamento cristão desaprova decisões diferentes das consideradas corretas. Nesses casos, a transexualidade é vista como “um desvio de como as coisas deveriam ser”. Se nasceste homem, és homem, foi assim que Deus te fez.

Ser trans é contrariar os estereótipos, é o fugir do “comum”. Por isso, quando alguém é diferente do dito normal e vulgar e contraria as normas de género, são pessoas automaticamente anuladas e suscetíveis de preconceito e julgamento.

A transfobia é um problema enraizado na nossa sociedade. É uma questão estrutural: um dos motivos é a existência da cultura “heterocisnormatividade”;



Essas são apenas alguns exemplos de possíveis causas. Compreender as causas da transfobia é importante para a combater, mas não a justifica! Todxs nós temos um papel importante no combate à transfobia.



Como ajudar a combater a transfobia?


Reprovem comentários ou comportamentos transfóbicos no vosso dia-a-dia e denunciem, se for caso disso. Muitas vezes a transfobia surge disfarçado de piada. Estejam atentxs!

(Muitas vezes, ouvimos e até repetimos frases que atingem a população trans, sem sabermos o sofrimento que podemos provocar às outras pessoas. Faremos, muito em breve, um artigo no blog sobre exemplos de frases que podem ser consideradas preconceituosas.)

Mantenham-se informadxs. A melhor maneira de combater o preconceito é percebê-lo.

Eduquem-se. Envolvam-se. Ouçam as comunidades trans, percebam as suas experiências e vivências.

Educar as crianças desde cedo é muito importar. Os pais e/ou encarregados e a escola tem um papel muito importante na desconstrução de pensamentos preconceituosos e em falar e explicar certos temas, normalizando-os.

RESPEITEM OS PRONOMES! Se não sabes, pergunta gentilmente. Se a pessoa te disser o pronome que prefere usar, respeita. Se te enganares e a tratares pelo pronome errado, pede desculpa e segue em frente.

Apoiem associações que lutam para assegurar os direitos de todxs através de doações e da participação e envolvimento activo nas redes sociais e nas manifestações (vejam nas nossas redes sociais algumas associações).


É um dever de todxs eliminar a transfobia no nosso dia-a-dia. Não é preciso ser trans para ser um aliado da causa.


LEMBRA-TE: Ser trans não é uma escolha, mas ser um idiota preconceituoso é!


Os sonhos, os futuros e as vidas das pessoas trans importam e não podemos deixar de lutar por elxs e por uma sociedade que proteja os seus cidadãos.


A todxs aqueles que já não estão cá, não serão esquecidos! NUNCA! E a vossa luta de vida é agora a nossa luta

A Ninas é uma marca que celebra o ser humano e não tolera comportamentos violentos ou comentários preconceituosos. A Ninas é um espaço de amor, não de ódio. Iremos posicionar-nos sempre a favor de todas as pessoas trans! Não estão sozinhxs!



Com amor,


As vossas Ninas


Se tiveres numa situação de risco ou queiras apenas partilhar connosco a tua história, experiência ou opinião, podes mandar-nos mensagem para as redes sociais. Se o preferires fazer de forma anónima, sabe que também podes, através do nosso e-mail. Iremos fazer tudo que tiver ao nosso alcance para te ajudar.





7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

JOIN OUR MAILING LIST AND GET 10% OFF ON YOUR FIRST ORDER

  • Instagram
  • Facebook
  • TikTok
  • Pinterest

© 2021 por Ninas. Todos os direitos reservados