Buscar
  • Ninas

A importância da educação na criação de um futuro feminista e mais inclusivo

Atualizado: Fev 10


A educação tem um papel muito importante na construção de uma sociedade mais inclusiva e sem preconceitos. É através da educação que se formarão os indivíduos das próximas gerações.


O meio familiar possui a primeira responsabilidade no desenvolvimento de indivíduos conscientes e responsáveis e tem um papel importantíssimo na criação de novas mentalidades. Na nossa opinião, noções de igualdade de género, racismo, xenofobia, movimento LGBTQI+, movimento feminista, deveriam ser faladas e explicadas desde muito cedo, na medida que "é de pequenino que se torce o pepino".


Por exemplo, uma educação feminista é muito importante e deveria ser para todos, e não deveria ser uma obrigação apenas para mãe. Os pais têm um papel, se calhar, ainda mais importante para educar através do exemplo e e também para mostrar que não existe apenas um modelo de masculinidade. O pai deve mostrar que o respeito as mulheres (e por todos os seres vivos) é obrigatório, que elas não são objetos, até porque são os homens os maiores responsáveis do machismo e da violência contra a mulher. Um pai também deve mostrar aos filhos que um homem pode ser frágil, pode demonstrar fraquezas, pode sentir, chorar, falar abertamente dos sentimentos e que tudo isso é normal. É, por exemplo, extremamente importante que as tarefas domésticas sejam divididas entre pai e mãe numa casa, para os filhos verem que o trabalho doméstico não é inclusivo das mulheres e que o lugar de homem também é "na cozinha".


Em segundo lugar, aparece a escola com um dos papéis mais significativos na formação individual e social. A escola, como primeiro lugar em que somos inseridos num contexto social, deve ser um lugar livre onde as crianças se sintam seguras de serem quem são, longe de estereótipos e preconceitos, e por isso é extremamente importante mostrar que existe uma variedade de corpos, pensamentos, comportamentos e que todos devem ser respeitados. A escola é uma fase fundamental na nossa vida pessoal, até porque é um período que nos acompanha desde os primeiros anos da nossa vida e durante muitos anos. Esta fase é caracterizada pelo primeiro contacto social depois da família, e por isso, é tão importante no que diz respeito à formação do caráter. É no ambiente escolar, que nos vamos confrontar com as primeiras dificuldades, diferenças e desigualdades e isso e irá refletir no nosso comportamento futuro.


Por exemplo, o preconceito racial é um problema que surge em ambiente escolar e fomenta a exclusão social e pode criar repercussões pessoais graves na vida adulta. Pessoas LGBTQI+ sofrem bastante nos percursos escolares e apresentam as maiores taxas de depressão e suicídios antes sequer de concluir os estudos.


A escola tem de ter um papel mais activo socialmente, através de debates, palestras e disciplinas específicas que incluam as diferentes discussões nas aulas e eduquem. Falar dos assuntos, explicar os assuntos, chamar os assuntos pelos nomes correctos é essencial! Mas também é fundamental não deixar passar em branco comportamentos "são apenas crianças", repreender comportamentos e comentários maldosos e preconceituosos, não tolerar machismo, sexismo, homofobia, transfobia, racismo ou nenhum tipo de discriminação, desde muito cedo, é muito, muito importante! E aqui a responsabilidade é de ambos, tanto do meio familiar como do escolar.


A educação é um direito porém neste momento não é justa ou imparcial. O futuro depende da educação e por isso temos que repensar na educação de modo a que esta seja digna, igualitária e de qualidade para todos.


Ao se mudar os contornos da educação e transformar as escolas em espaços seguros, inclusivos e que celebram a diversidade vão-se originar profundas e intensas mudanças sociais.


A educação terá um papel muito importante na descontrução de uma sociedade que tem nas suas bases o machismo, a masculinidade tóxica, o racismo intrínseco, o preconceito, os estereótipos.


Para nós, a educação é o alicerce da sociedade e por isso a Ninas não podia não incluir esta temática em um dos nossos modelos. O nosso casaco Josefa acredita numa educação igualitária, independentemente do género, da raça, da etnia, da orientação sexual, da classe social.



A Ninas acredita e defende que a educação é poder! Educação é amor! A educação transformará o mundo


E vocês? O que acham? Passem nas nossas redes sociais para dar a vossa opinião, gostávamos muito de saber.



Com amor,

As vossas Ninas

Queremos que se sintam livres de partilhar connosco as vossas opiniões e visões sobre o mundo. Pretendemos que a Ninas seja um espaço de partilha e aprendizagem. Se tens algo a partilhar connosco, seja sobre este tema ou outro qualquer, fica sabendo que podes, seja através das mensagens privadas nas nossas redes sociais ou através no nosso email para o efeito.



6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

JOIN OUR MAILING LIST AND GET 10% OFF ON YOUR FIRST ORDER

  • Instagram
  • Facebook
  • TikTok
  • Pinterest

© 2021 por Ninas. Todos os direitos reservados